e-dito Boletim Travessias #002

Por Paula Christina Verlangieri Caio de Carvalho
Imagem: Instagram @contemporary_art
Imagem: Instagram @contemporary_art

Caros leitores,

 

É com grande entusiasmo que lançamos o TRAVESSIAS #2! Esse número traz uma viva discussão resultado de aportes de colegas de nossas comissões, de outras Seções da EBP e de outras Escolas da AMP, tornando nossa travessia muito profícua.

A rubrica Flashes da comissão de orientação nos brinda com questões de nossas colegas da Seção SP – Patrícia Badari traz a diferença do corpo como organismo e o falasser. Veridiana Marucio questiona a dimensão do passe como ato político e Cristiana Gallo nos leva a questionar a Escola como “laboratório” e os laços.

Nos Textos Preparatórios, Nieves Soria sustenta o ato analítico como política do ato falho para tratar a proximidade do ato suicida, já Cristina Drummond nos leva a refletir sobre a entrada em análise e a contemporaneidade. O que há de novo? Janaína Veríssimo nos leva a um passeio pela poesia de Mar Becker.

Em 4 de agosto, tivemos a retomada das atividades da Seção SP, com uma atividade preparatória para as nossas Jornadas, onde dois grupos de trabalho apresentaram questões sobre dois eixos temáticos das Jornadas “Psicanálise em ato”. O eixo 1, formado por Gustavo Menezes, Maria Célia Kato e Rômulo Ferreira da Silva, nos trouxe uma preciosa contribuição sobre as declinações do ato fazendo um percurso sobre o ato falho, acting out e passagem ao ato. O eixo 2, formado por Daniela de Camargo Barros Affonso, Maria Bernadette Pitteri e Valeria Ferranti nos traz a dimensão do ato analítico e o tempo: “O passar do tempo é a sua complexidade, pois o futuro deixa de ser futuro quando se torna presente e este, imediatamente, torna-se passado.”

Em Conexões com a Cidade, Perpétua Medrado, traz uma pequena amostra da agenda cultural de nossa cidade e Emelice Prado Bagnola “garimpa” questões produtos das atividades preparatórias em Caixa de Entrada.

Convidamos a todos a embarcarem nessa experiência, sustentada pela transferência de trabalho!

Boa leitura!