Atividades da Diretoria

 

Atividades da Diretoria – Impossível do Bem-dizer sobre o sexo

Leituras do Seminário XX

Responsável: Diretoria da Seção São Paulo

Escolhemos o Seminário 20 mais, ainda como fio condutor do trabalho no biênio 2021-2023, por conta de seu estatuto de importante ponto de torção no ensino de Lacan.

Seminário pautado na não relação, na não conjunção, em que os termos se reduzem a conectores. É nesse seminário que chegamos à questão de que não há complemento para a diferença sexual, portanto a relação sexual não existe. Essa perspectiva clínica se sustenta numa lógica disjuntiva, trata-se da torção da estrutura para a disjunção, em que corpo e o gozo estão disjuntos do Outro. Esse paradigma da não relação convém à abordagem dos sintomas na contemporaneidade, na medida em que diz respeito ao declínio do desejo de saber, da crença no inconsciente e da “suposição de saber feita ao real”.

Iremos trabalhar a discussão dos capítulos do Seminário 20 mais, ainda, pautados em uma questão sustentada. Essa questão será previamente colocada para cada apresentador, para darmos um fio condutor ao trabalho, e que nos leve a avançar, construir e aprofundar um debate.

Nossa aposta é de engendrar um trabalho que possa criar enunciações que nos façam avançar nos temas candentes do último ensino de Lacan.

  • Datas: 02 e 09 de junho
  • Horário: 20h30
  • Local: Online/ Zoom.
  • Inscrições: [email protected]

Trabalho dos membros da EBP-SP em cartéis

Responsável: Diretoria da Seção São Paulo

Conceitos do último Lacan serão trabalhados via cartel, órgão de base da Escola. O cartel é uma estratégia privilegiada na orientação lacaniana e comporta uma política que visa restaurar a psicanálise nos seus fundamentos mais valiosos. Apostaremos nessa base de trabalho na composição de nosso trabalho de diretoria. Aqui, todos os membros da EBP-SP foram convidados a trabalhar nesses cartéis pré-estabelecidos, um trabalho cujo princípio é o de uma elaboração sustentada por cada componente. Os mais-um serão os AMEs, estes que, “reconhecidos como os psicanalistas que comprovaram sua capacidade”, nomeados via comissão da Garantia, são, para muitos de nós, aqueles que perseguem as “razões” de sua clínica incansavelmente. Apostamos nessa fomentação de uma causa decidida, que possam nos inquietar.

Os temas dos cartéis são: Amor e real do sexo; Ética, saber e gozo; Ciência, política e civilização; Fantasia e sintomas contemporâneos; Inconsciente real e interpretação; Clínica do falasser e Trauma e acontecimento de corpo.

Teremos cinco membros de Escola integrando cada cartel, escolhidos de maneira aleatória pela diretoria. Essa é uma aposta de que “o ensino da psicanálise só poderá transmitir-se de um sujeito para o outro pelas vias de uma transferência de trabalho”, pautados na causa analítica. A partir do segundo semestre de 2021, cada cartel fará a apresentação do produto de seus cartelizantes.

  • Datas: Informações em breve
  • Horário: 20h30
  • Local: Online/ Zoom.
  • Inscrições: [email protected]