Fale conosco: (11) 3081-8947

EDITORIAL

Por Lucila Darrigo – EBP/AMP
Coordenação Geral

É com muito entusiasmo que lançamos o primeiro boletim das IX Jornadas da EBP-SP!

O tema de uma Jornada é consequência, de uma maneira ou de outra, daquela que a precedeu. Neste caso, parece bem evidente: das parcerias à solidão.

Em psicanálise, quando procuramos pela solidão nos deparamos com o laço e quando procuramos pelo laço, lá está a solidão. Mesmo assim, essa escolha é uma consequência e não o avesso do mesmo. Isso porque de onde partimos faz toda a diferença!

ARGUMENTO

Por Daniela de Camargo Barros Affonso – EBP/AMP.
Coordenadora da Comissão de Orientação

Que o poeta tenha muito a dizer sobre a solidão, disso não se duvida. E se, para o poeta, solidão é lava que cobre tudo, o que teria a psicanálise a dizer sobre ela?

Não se pode afirmar que a solidão se configure propriamente como um conceito em Freud ou em Lacan, mas articula-se muitas vezes a importantes conceitos do ensino de ambos. As indicações que trataremos de extrair deste ensino serão as balizas para situar a solidão, da qual muito ouvimos em nossa prática clínica, e explorar, fundamentalmente, de que maneira ela concerne o inconsciente.

Instagram: @John.haymore

PERSPECTIVAS DO TEMA

“Quem fala só tem a ver com a solidão”

Se Lacan situa a solidão intrinsecamente referida ao parlêtre é para indicar, sobretudo, que “quando alguém se põe a falar, não encontra somente o fato de que o Outro está ausente, que ele não responde, mas descobre também alguma coisa que é efeito desta ausência.

Instagram: @tomas_aamli_photo

CONVIDADA INTERNACIONAL

Marie-Hélène Brousse

Psicanalista AME (Analista Membro da Escola) da Associação Mundial de Psicanálise (AMP) e da École de la Cause Freudienne (ECF). É autora de diversos artigos e livros, dentre eles, “O inconsciente é a política” (EBP, 2018).

Entrevista “Solidão”

CARTÉIS

Por Marilsa Basso – EBP/AMP
Coordenadora Comissão de Cartéis.

“Com todos vocês naquilo que faço sozinho, haverei eu de me afirmar isolado? ”

O dispositivo de Cartel é proposto por Lacan visando a formação. Hoje, são vários os modos de trabalhar em Cartel. Standards e não standards, como os cartéis relâmpagos e fulgurantes.

Instagram: @scandinavian collectors

NORMAS PARA ENVIO DE TRABALHOS

Data limite para envio: 17/09/19

  • Os textos devem ter, no máximo, 6000 caracteres (com espaços) e escritos em letra tipo Times New Roman 12. No cabeçalho do texto deve ser indicada a Perspectiva do tema em que se inclui o trabalho.
  • Os textos devem ser enviados em formato Word, colocando como assunto: Jornadas EBP-SP 2019 e nome do autor.
  • Enviar para: danielacbaffonso@uol.com.br e lmdarrigo@gmail.com.
  • O trabalho só será aceito se o autor estiver devidamente inscrito no momento do envio do mesmo.

COMISSÕES ORGANIZADORAS

Diretoria da EBP-SP
Valéria Ferranti

Coordenação Geral das Jornadas
Lucila Darrigo

Instagram: @scandinavian collectors
Comissão de Boletim e Divulgação:
Niraldo de Oliveira Santos (Coordenador), Camila Popadiuk, Cybele Lobo , Eduardo César Benedicto , Gabriela Malvezzi,
Gustavo Oliveira Menezes, João Lucas Zanchi, João Paulo Desconci , Jovita Carneiro de Lima, Marcella Pereira de Oliveira,
Maria Marta Ferreira, Rosângela Castro Turim
Rua João Moura 627 cj. 193 – Centro Clínico Pinheiros CEP: 05412-001, São Paulo/SP
Webdesigner: Bruno Senna