Fale Conosco: (31) 3292-5776
< 2018 >
Maio
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
Abril
Abril
1
2
3
4
  • Internet e Sexualidade: modos de gozo
    10:00
    2018.05.04

    R. Felipe dos Santos, 558 – Lourdes, Belo Horizonte – MG, 30180-160, Brasil

    R. Felipe dos Santos, 558 – Lourdes, Belo Horizonte – MG, 30180-160, Brasil

    Com: Margareth Ferraz

    Sob este título estudaremos a sexualidade na contemporaneidade, tendo em vista as transformações provocadas pela internet nos laços sociais, usufruída como meio de gozo, com o objetivo de delimitar as consequências na clínica psicanalítica.

  • Psicanálise Pura, Psicanálise Aplicada – Tema: Os Embaraços com o sexo
    14:00-16:00
    2018.05.04

    R. Paraíba, 419 – Centro, Divinópolis – MG, 35500-016, Brasil

    R. Paraíba, 419 – Centro, Divinópolis – MG, 35500-016, Brasil

    Responsável: Jorge Pimenta

    Seminário dirigido a profissionais de nível superior que atuam em diversos dispositivos clínicos e de Saúde Mental. “Faça como eu, não me imites”: consigna de Jacques Lacan que nos inspira para manter viva a psicanálise e cuidar de sua transmissão. O seminário insere-se numa proposta de extensão que visa à transmissão e ensino da psicanálise de orientação lacaniana.

    Informações:  jpimentaf@gmail.com – (31) 9 9974-9440

5
6
7
8
9
10
  • SEMINÁRIO DE ORIENTAÇÃO LACANIANA – OS SEMBLANTES E O REAL NA POLÍTICA
    20:00-22:00
    2018.05.10

    R. Felipe dos Santos, 558 – Lourdes, Belo Horizonte – MG, 30180-160, Brasil

    R. Felipe dos Santos, 558 – Lourdes, Belo Horizonte – MG, 30180-160, Brasil

    Com: Jésus Santiago e Ram Mandil

    Motivado pela questão do Campo Freudiano Ano Zero, concernente ao engajamento político do psicanalista, o Seminário de Orientação Lacaniana deste ano visa investigar que tipo de relação pode-se postular entre o processo civilizatório e a ordem dos semblantes. O próprio ensino de Lacan fornece uma pista para esse problema, ao mostrar que uma sociedade se mantém coesa pelos semblantes – ou seja, não há sociedades sem recalque, sem identificações e, sobretudo, sem rotinas. Talvez se possa ainda tocar no ponto capital de queo real ama o semblante, afirmação de alcance decisivo para a política lacaniana  nos dias de hoje.

11
  • Internet e Sexualidade: modos de gozo
    10:00
    2018.05.11

    R. Felipe dos Santos, 558 – Lourdes, Belo Horizonte – MG, 30180-160, Brasil

    R. Felipe dos Santos, 558 – Lourdes, Belo Horizonte – MG, 30180-160, Brasil

    Com: Margareth Ferraz

    Sob este título estudaremos a sexualidade na contemporaneidade, tendo em vista as transformações provocadas pela internet nos laços sociais, usufruída como meio de gozo, com o objetivo de delimitar as consequências na clínica psicanalítica.

12
13
14
15
16
  • LACAN NA ACADEMIA MINEIRA DE LETRAS
    19:00-21:00
    2018.05.16

    R. da Bahia, 1432 – Centro, Belo Horizonte – MG, 30160-011, Brasil

    R. da Bahia, 1432 – Centro, Belo Horizonte – MG, 30160-011, Brasil

    Nota sobre a parceria entre AML e EBP-MG            

    […] a única vantagem que um psicanalista tem o direito de tirar da sua posição, sendo-lhe esta reconhecida como tal, é a de se lembrar, com Freud, que em sua matéria o artista sempre o precede e, portanto, ele não tem que bancar o psicólogo quando o artista lhe desbrava o caminho.

    Jacques Lacan em sua Homenagem a Marguerite Duras pelo arrebatamento de Lol V. Stein.

    É importante notar que o psicanalista ao contrário do que se pensa, não é aquele que escuta: é antes aquele que lê, no que ouve, a escritura de um desejo ou, mais ainda, de uma vontade de gozo que pulsa no corpo falante enquanto tenta encontrar, na estrutura da linguagem, um modo de o bem dizer. Falar é dar passagem a uma verdade que nunca será dita toda, mas que se enuncia sob a forma de um semi-dizer. Desde Lacan, estamos advertidos que a verdade tem estrutura de ficção, algo que Carlos Drumond de Andrade já havia declamado em seu poema “Verdade”.

    Bem antes da psicanálise, a arte da literatura faz pousar na letra o que não cessa de não se escrever na vida. Ambas se servem da letra como uma instância e testemunham como escrever é, para o ser falante, um esforço de fixar algo pela ficção da escritura.  Que Lacan tenha acessado, durante sua obra, assim como Freud, o corpo “literário”, é uma demonstração pública que não existe psicanálise sem dar passagem ao que se lê e se passa pela instância da letra, pela escrita forjada de uma vida. Afinal, o que conta numa análise, é a forma singular como cada um articula palavras e silêncios ao que se lembra e ao que esquece, e consequentemente, ao que se escreve.

    O que o encontro da Psicanálise e a Literatura pode provocar é o que anima a parceria da Escola Brasileira de Psicanálise – Seção Minas e a Academia Mineira de Letras, por meio do programa “LACAN na ACADEMIA”, em seções de literatura comentada por psicanalistas e outros convidados, na terceira quarta-feira de cada mês, no auditório da Associação Mineira de Letras.

    Estão todos convidados!

     

    Programa para o primeiro semestre de 2018

    TEMA: “O feminino, seus corpos e mundos”

    Horário: 19h30

    Local: Academia Mineira de Letras – Rua da Bahia, 1466. Centro, Belo Horizonte

    EMENTA: 

    A substância do feminino infiltrou-se, de forma definitiva e pública, no patriarcalismo viril.

    A psicanálise, ao ler o sintoma que se fala entre quatro paredes, ela própria, oferece uma leitura do contemporâneo cujo impasse está em resolver as consequências da queda do falocentrismo e da ascensão de uma nova erótica que toma conta da ordem social, ao mesmo tempo.

    Em psicanálise consideramos que tal impasse tem gerado um movimento designado como uma “feminização do mundo”.

    A leitura de autores brasileiros, do século XX, nos permitirá levantar o véu que descortina o prenúncio da expressão do feminino fora das bordas e bordados da intimidade do lar?

    Nos propomos verificar, esse semestre, se o feminino já pulsava instalado no corpo literário de Nelson Rodrigues, Oswald de Andrade, Guimarães Rosa e Clarice Linspector.

    Extrair a subversão transmitida pela pena desses autores é um delicioso convite a encontrar literatura e psicanálise.

    Programação:

     

    – 16 de maio: “E não passava de uma mulher… inconstante e borboleta”, em Clarice Lispector”.

    Com Márcia Rosa (psicanalista) e convidado (a confirmar)

     

     

17
  • Passe na Escola
    20:30-22:00
    2018.05.17

    R. Felipe dos Santos, 558 – Lourdes, Belo Horizonte – MG, 30180-160, Brasil

    R. Felipe dos Santos, 558 – Lourdes, Belo Horizonte – MG, 30180-160, Brasil

    Coordenação Ana Lydia Santiago
    Título: A queda do falocentrismo, sob a perspectiva do sinthoma

    Convidado: Sergio Laia
    (A.E. em exercício, nomeado em 2017, pelo Cartel do Passe da EBP)
    Local: Sede da EBP-MG

18
19
20
21
22
23
  • Consentir com o inconsciente
    20:30-22:00
    2018.05.23

    R. Felipe dos Santos, 558 – Lourdes, Belo Horizonte – MG, 30180-160, Brasil

    R. Felipe dos Santos, 558 – Lourdes, Belo Horizonte – MG, 30180-160, Brasil

    Com: Celso Rennó

    A proposta deste Seminário aponta para a passagem fundamental de um saber sobre o inconsciente para consentir com a experiência do inconsciente. Afinal, obter um sujeito idêntico a si próprio, que não desliza mais na diferença significante e que possa ter um saldo de gozo possível ao fim de seu trajeto pulsional é o que se espera de uma análise.

24
25
  • Internet e Sexualidade: modos de gozo
    10:00
    2018.05.25

    R. Felipe dos Santos, 558 – Lourdes, Belo Horizonte – MG, 30180-160, Brasil

    R. Felipe dos Santos, 558 – Lourdes, Belo Horizonte – MG, 30180-160, Brasil

    Com: Margareth Ferraz

    Sob este título estudaremos a sexualidade na contemporaneidade, tendo em vista as transformações provocadas pela internet nos laços sociais, usufruída como meio de gozo, com o objetivo de delimitar as consequências na clínica psicanalítica.

26
27
28
29
  • Seminário XI: O inconsciente, a repetição, a pulsão e a transferência
    20:30-22:00
    2018.05.29

    R. Felipe dos Santos, 558 – Lourdes, Belo Horizonte – MG, 30180-160, Brasil

    R. Felipe dos Santos, 558 – Lourdes, Belo Horizonte – MG, 30180-160, Brasil

    Com: Sérgio de Campos

    A disciplina do Comentário sobre o Seminário 11 de Lacan consiste em ler o texto, linha a linha, examinando as referências utilizadas para extrair o sumo dos quatro conceitos fundamentais da psicanálise: o inconsciente, a repetição, a pulsão e a transferência.

    Daremos sequência à Disciplina do Comentário, nesse primeiro semestre de 2018 a partir do capítulo VIII.

    Espaço Biblioteca EBP-MG

30
31
junho
junho