(31) 3292-5776  |   CONTATO
  |    |  

Orientação Lacaniana

Moisés e o monoteísmo: “um sonho de Freud”.

Neste segundo semestre daremos continuidade à leitura de Moisés e o monoteísmo como “um sonho de Freud”, passível, portanto, de interpretação. Seguiremos a via freudiana da constituição de Deus como Um e o laço social que daí se instaura por meio da religião monoteísta. Veremos como, para Freud,  esta passagem do múltiplo ao Um não se faz sem uma descontinuidade, a do “assassinato do pai” e do seu retorno simbólico. Levaremos em consideração as pontuações de Miller a respeito deste texto de Freud tanto em relação ao que daí pode nos instruir sobre a clínica do trauma quanto em relação ao gozo que se produz a partir da  ação do S1. Se Moisés e o monoteísmo traduz um sonho de Freud em relação à constituição do laço social a partir do Um da exceção, veremos como Lacan, em suas considerações sobre o gozo feminino, indica o que seriam as vias de sustentação do Um a partir de um gozo não todo fálico.

Coordenação: Jésus Santiago e Ram Mandil.

Datas:

  • Agosto – 27
  • Setembro – 24
  • Outubro – 29
  • Novembro – 26

Horário: 20:30.

Local: EBP-MG Online / Zoom.