AD 5/ Anteriores 2011–2013

O número 05 de Dobradiça está no ar!

Vocês poderão verificar o quanto a AMP procura estar à altura de nossos tempos cuidando da formação de seus analistas levando em conta a particularidade de cada Escola. O cartel adquire “formas variantes”: como porta de entrada à Escola, o cartel também se transforma.

Leremos, na experiência de nossos colegas da NLS com o “cartel eletrônico (e-cartel) em sua articulação com o cartel “ao vivo”, que com eles inventam-se novos modos de trabalho preservando o “órgão de base” criado por Lacan, dando lugar à sua função. Vale a pena lermos como a implantação do projeto intercart é is possibilita “um meio de reforço da transferência à Escola como objeto que causa o desejo de cada membro de maneira singular”.

Vocês encontrarão na rubrica Textos de orientação um interessante material da ECF sobre o surgimento de um outro modo de trabalho em cartéis: o cartel fulgurante assim como os cartéis ampliados -, inventados para acompanhar o ritmo das elaborações e transmissão nos tempos atuais permitindo um “florescer” e uma “revivescência do desejo”. Também poderão ler a reflexão feita sobre este modo de trabalho em cartel – fulgurante e ampliado-, articulados ao modo clássico, e as consequências para a formação do analista, em sua extensão e intensão respectivamente.

Finalizando esta 5ª. edição do Dobradiça, as notícias detalhadas das Jornadas de Cartéis da Seção Rio de nossa Escola. Vocês poderão provar da variedade de investigações epistêmicas e clínicas, bem à altura das questões que nos são colocadas enquanto analistas, nos dias de hoje.

Cristiana Pittella de Mattos

ad-s2011-2013

 

 

 

Download AD5 Série 2011 – 2013